Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mochila Vermelha

Sab | 30.04.16

A cor do cabelo

Ora aqui está um tema sensível. A verdade é que nunca estamos contentes com o que a natureza nos deu. Se temos cabelos encaracolados queremos ter cabelos lisos, se temos cabelos lisos, queremos ter cabelos encaracolados. E em relação à cor de cabelo, quem não gosta de mudar de visual de vez em quando? Eu gosto.

 

Nunca fui de pintar constantemente o cabelo, mas sim, fi-lo algumas vezes. No entanto, logo no início o cabelo fica lindo, mas passado algum tempo, começam a notar-se as raízes, o cabelo fica seco, baço e quebradiço. Se há algo que não gosto é tocar no meu cabelo e sentir que não está macio.

 

Se antes pintava o cabelo porque me apetecia uma mudança, agora começo a ter o flagelo dos incómodos cabelos brancos! Ohhh como irritam! Ou seja, agora pintar o cabelo começa a ser uma necessidade.

 

Mas para mim, a saúde do meu cabelo e do meu corpo é mais importante. Então comecei a procurar nesse mar de informação que é a internet. Tinha que existir uma alternativa saudável e natural para pintar o cabelo. A verdade é que após todas as minhas pesquisas decidi banir por completo todos os produtos cosméticos e de higiene convencionais, o porquê e alternativas terá que ficar para outro post.

 

A verdade é que existe uma vasta gama de produtos à disposição consoante o nível de “naturalidade” pretendida, a maioria deles podem ser encontrados nas lojas de produtos naturais e orgânicos, ou lojas online. Por exemplo tintas que usam henna e outros tipos de plantas mas que ainda assim contêm produtos químicos.

 

Pois é, foi assim que conheci a henna. Trata-se de uma planta usada há mais de 6000 anos para pintar o cabelo, as unhas e para ornamentar a pele (exemplo das “tatuagens” indianas). O seu nome científico é Lawsonia inermis, é sempre bom saber porque muitas vezes existem produtos que dizem conter henna, mas depois têm outras misturas. A henna só tem uma cor, um castanho avermelhado, se forem confrontados com henna preta, neutra ou de qualquer outra cor, não é henna.

 

Depois de muito procurar e ler como se aplicava, decidi comprar e experimentar. A verdade é que se podem comprar várias plantas e fazer várias misturas até acharmos um tom que nos satisfaça. Eu comprei henna e índigo na primeira vez. O índigo tem um tom preto azulado e serve para acalmar o vermelho da henna, é excelente para obter lindos tons castanhos.

 

Estas plantas naturais têm algumas desvantagens:

  1. Não permitem clarear o cabelo;
  2. O resultado depende do tom natural de cabelo de cada pessoa;
  3. Dão mais trabalho a aplicar.

 

Mas para mim os benefícios são claramente superiores. Na primeira vez que usei, experimentei apenas henna. Nas últimas vezes tenho usado cássia (tons dourados) com um pouco de henna, desta forma não fico com o cabelo tão escuro nem tão vermelho.

 

Antes de usar é recomendável fazer testes com madeixas de cabelo, por exemplo com os cabelos que ficam na escova de pentear. Assim podem-se testar várias proporções de henna com índigo, ou henna com cássia.

 

A henna é sem dúvida a que consegue dar mais cor ao cabelo e disfarçar mais os cabelos brancos (estes vão ficar sempre mais claros, mas serão como madeixas naturais).

 

O preparado faz-se com sumo de limão ou de laranja misturado com água destilada. Deve-se ter em atenção a quantidade de sumo de limão para que não seja muito ácido e com isso possa irritar o couro cabeludo. Misturar a henna com o líquido, até ficar tipo iogurte e deixar pelo menos 12 horas a repousar para que o pigmento se liberte (normalmente deixando de noite, no outro dia de manhã pode-se colocar). Depois espalhar bem em todo o cabelo, com luvas, pois a henna irá pintar as mãos. Usar roupa velha, proteger a pele junto do couro cabeludo com creme para ser mais fácil limpar logo a seguir à aplicação.

 

A parte mais chata é mesmo esta, a henna tem que ficar muito tempo no cabelo. O mínimo serão 2 horas, mas se conseguirem pelo menos 3 será melhor. Há quem fique 4 horas. Bem tem que se colocar película aderente no cabelo, uma touca de plástico e uma toalha, para aquecer bem. E depois retirar….. passar água até deixar de sair cor, com bastante amaciador para ajudar a henna a sair. Ou então encher um pouco de água na banheira e mergulhar lá o cabelo, ajuda! Dá trabalho, sim, e faz sujeira! Mas para mim vale a pena.

 

Querem ver como ficou?

 

Antes da Henna

DSC_0695.jpg

 

 

 

 

 Depois da Henna

DSC_0699.jpg