Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mochila Vermelha

Ter | 28.06.16

O que fazer no Algarve?

IMG_20160130_153233967.jpg

 

Com a aproximação do mês de julho é normal que cada vez mais pessoas rumem ao Algarve, para umas merecidas férias. Se a grande maioria vem para a praia, existem pessoas (como eu!) que procuram mais que isso.

 

Desde que decidi morar no Algarve tenho-me dedicado a descobrir cada vez mais o território e também a experimentar os variados festivais que por cá podemos encontrar.

 

Ficam aqui as minhas sugestões para um Verão ainda mais animado no Algarve!

 

  •  Festival Med, Loulé - 30 de junho de 2016 a 2 de julho de 2016 - trata-se da 13ª edição de um festival único, com vários palcos e vários tipos de concertos, pelas bonitas ruas históricas de Loulé. Não deixe de descarregar a aplicação disponível em Google Play e Mac App Store. Mais informações aqui.
  • Alameda Beer Fest, Faro - 1 a 3 de julho de 2016 - Festival Internacional de Cervejas e Cervejeiros Internacionais. Venha provar novas cervejas, saborear a gastronomia regional, conviver e ouvir música. Mais informações aqui.
  • Feira da Serra, São Brás de Alportel - 29 a 31 de julho de 2016 - neste certame pode degustar a gastronomia regional, comprar produtos de artesanato, ver exposições de animais, vários shows (de equitação, showcooking, workshops,...), e concertos de músicos e bandas populares. Mais informações aqui.
  • Festa da Ria Formosa, Faro - 28 de julho a 7 de agosto de 2016 - neste festival é possível saborear o melhor marisco proveniente da Ria Formosa, contando com entrada livre e animação musical. Mais informações aqui.
  • Festival do Marisco, Olhão - 9 a 14 de agosto de 2016 - com a presença marcada de grandes nomes da música, como Aurea, Azeitonas, Expensive Soul, Xutos & Pontapés, entre outros. Mais informação aqui.

 

Durante o Verão irão haver ainda mais festivais, para os quais ainda não foram anunciadas as datas. Assim que possível publicarei mais sugestões.

 

Boas férias!

Dom | 19.06.16

Panquecas de aveia

Hoje o pequeno-almoço foi especial! Apetecia algo diferente! Deixo aqui uma receita muito fácil de fazer e super hiper mega saudável! É especialmente útil para quem está de dieta, pois a aveia ajuda a diminuir a absorção de gorduras e açúcares, sendo ainda um ótimo ajudante na luta contra o mau colesterol. Contribui para nos manter saciados por mais tempo. Mas não se fica por aqui, ajuda a regular a função intestinal, a reforçar o sistema imunitário e a combater a depressão por possuir magnésio e vitaminas do complexo B.

 

E então, já estão tentados a experimentar? 

 

Ingredientes: 

Flocos de aveia

Água 

1 pitada de flor de sal

Azeite qb

Farinha de trigo sem fermento (apenas para ligar)

 

Preparação: 

 

Não vou indicar quantidades, pois depende se pretendem fazer muitas ou poucas, mas pelo menos usar 250 gr de flocos de aveia. Colocar os flocos de aveia numa taça e colocar a água aos poucos, tem que ficar bem líquido. Mexer bem até a água ficar branca, acrescentar uma pitada de sal (ou não, se estiver em restrição de sal não precisa colocar) e um fio de azeite. Por fim, acrescentar um pouco de farinha de trigo para ligar, pois a aveia não tem glúten (basta meio copo, mais ou menos consoante a quantidade de aveia). 

 

IMG_20160618_100338860.jpg

 

De seguida, colocar um pouco de azeite numa frigideira antiaderente e barrar o fundo com a ajuda de um guardanapo, deixar aquecer bem. Colocar a massa com uma colher e espalhar bem para não ficar muito grossa, virar apenas quando a massa mudar de cor com a ajuda de uma faca. Retirar assim que estiver cozida.

 

IMG_20160618_100928205.jpg

 

Depois para comer a imaginação é o limite, consoante se seja mais ou menos guloso, pode colocar requeijão e mel, fiambre e queijo, frutas, banana e chocolate (esta última não é boa para a dieta infelizmente!), ou porque não banana e cacau em pó? É delicioso e não engorda como o chocolate....

 

Qua | 15.06.16

Três noites em Bruxelas

A Mochila tem andado muito viajada ultimamente. Logo após a visita a Londres, seguiu-se uma nova viagem, desta vez a Bruxelas.

 

Desta cidade conheço apenas o essencial, a Grand Place - muito bonita sem dúvida, o Manneken Pis - que se não tivermos atenção passamos por ele e nem notamos, de tão pequeno que é, o Atomium, o Palais du Roi, etc.

 

IMG_20160611_140548745_HDR.jpg

 

Por mim gostei bastante de passear na zona do palácio e pelo Jardin du Mont des Arts de onde  se tem uma bela vista para a torre da Câmara Municipal que se localiza na Grand Place. Também se encontram vários museus, gostei particularmente do edifício do MIM (Musee des Instruments de Musique). Mas o que gostei ainda mais foi das carrinhas amarelas que vendem os melhores waffles de Bruxelas, facto comprovado, pois comprei um numa das lojas perto da Grand Place e foi uma grande deceção, confiem em mim.

 

Outras coisas que não se podem perder são mesmo os deliciosos chocolates e as numerosas cervejas belgas. Os chocolates são fáceis de encontrar, existem loja sim loja não. As cervejas também, no entanto, existe um local que reúne o maior número de marcas de cerveja estando no Guiness por esse facto. Vale a pena uma visita, o complicado é mesmo escolher que cerveja beber.....

 

Delirium Café Brussels - Clique aqui

 

Outra coisa que gosto de experimentar quando viajo é a comida tradicional. Partilho convosco uma sugestão que me foi dada por uma amiga que vive lá, a comida é sem dúvida boa, como por exemplo "stoemp saucisses de champagne" ou "carbonnades à la chimay". Podem encontrar estas delícias no restaurante "Fin de Siécle". Para mais informações clique aqui.

 

IMG_20160611_125245513.jpg

  

 

IMG_20160611_125252797.jpg

 

Outros locais interessantes:

 

No segundo dia que tive disponível para passear optei por fazer a obrigatória visita a Bruges. Para ir até lá tem que se dirigir à Gare du Midi e apanhar o comboio que vai em direção a Oostende. Aproveite para viajar no fim-de-semana, pois a tarifa de comboio é mais barata. Palavras para quê, a cidade é lindíssima e os waffles das carrinhas ainda mais deliciosos. O conselho é deambular pela cidade, entrar nas lojas de chocolates e se tiver vontade fazer beer tasting. Existe um local interessante, B Taste, um pouco caro, mas não deixa de ser uma boa experiência. 

 

IMG_20160612_153549115.jpg

 

 

IMG_20160612_154923957.jpg

 

 

IMG_20160612_160355061.jpg

 

Bons passeios!

Ter | 07.06.16

In London be a Londoner

IMG_20160604_163421511.jpg

 

Esta é a história de alguém que viveu e trabalhou em Londres durante quase 6 anos. Entretanto voltou numa viagem a trabalho e depois aproveitou para tirar uns dias de férias, para matar saudades e rever os amigos.

 

Londres é de facto uma cidade lindíssima, pena ter um mau tempo terrível! Esta viagem serviu para relembrar isso, pois não tive propriamente sorte nesse departamento.

 

As dicas que vou aqui deixar são pequenas pérolas não recomendadas a quem visita Londres pela primeira vez! Isto porque não vou falar daquilo que toda a gente sabe que existe, mas sim daqueles lugares que os londrinos frequentam. Ou seja, se já conhece todos os lugares famosos, ou se viaja a Londres pela primeira vez e tem muito tempo, talvez possa aproveitar algumas destas sugestões!

 

Vista Interessante para a Tower Bridge e Tower of London - recomendo um passeio por Saint Katherine Docks, aproveite para passar pelas várias pontes, desfrutando da tranquilidade e das várias perspectivas quer para as docas, quer para o rio e a cidade. Aqui também encontra vários restaurantes, cafés, bares e até supermercados. Mais informação aqui

 

Wapping - zona residencial com lindas vistas para o rio Tamisa. Aqui é possível caminhar ao longo do "Thames Path", sendo a secção número 3 deste percurso. Fique atento a um pequeno beco "Wapping Old Stairs" que dá acesso direto ao rio. Fica mesmo ao lado do pub "The Town of Ramsgate". Se conseguir caminhar até Island Gardens, poderá disfrutar da vista para Greenwich e atravessar para o outro lado através de um tunel por baixo do rio. Também poderá pensar em viajar até lá no DLR (Docklands Light Rail). Mapa secção 3 

 

Old Spitalfields Market e Brick Lane - este mercado era um dos meus preferidos, não tem tanta confusão como Covent Garden ou Camden Town, é no entanto muito bonito e original. Andando um pouco mais poderá chegar até Brick Lane. Esta rua é famosa pelos seus restaurantes de caril, mas não só. É agora um dos centros preferidos dos artistas, onde se podem encontrar galerias de arte, restaurantes, mercados e festivais durante o ano.

 

Comida e cerveja - normalmente sempre ouço as pessoas falarem que os ingleses não têm comida típica ou que não presta. Não é verdade! É necessário é saber onde a encontrar. E para isso nada melhor que comer num pub. Neles poderá comer sunday roast, fish pie, shepherd's pie, hamburguers e outros tipos de comida tradicional. Recomendo também apple crumble que é delicioso! Para quem quiser poupar um pouquinho pode procurar pubs da cadeia Wetherspoons. Muitos pubs têm as suas próprias marcas de cerveja e ale. Também se encontram cidras muito boas como a Bulmers e Magners.

 

Pubs Recomendados

  • The Ledger Building (Docklands) - Info
  • The Water Poet (Shoreditch) - Info
  • The World's End (Camden) - Info
  • The Captain Kid (Wapping) - Info

 

Fish and Chips - uma das comidas mais famosas do Reino Unido, no entanto convém optar por um sítio de qualidade. Por isso recomendo o Poppies, em Spitalfields ou Camden (nunca fui ao de Camden). Mais informação aqui.

 

Agora só me resta desejar-vos bons passeios por Londres e boa sorte com o tempo.