Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mochila Vermelha

Sex | 28.04.17

A Mochila Vermelha está de parabéns

110489-ONV5NS-59.jpg

Imagem daqui.

 

É verdade, o blog Mochila Vermelha faz precisamente hoje um ano!

 

Foi no dia 28 de abril de 2016, que timidamente, decidi publicar um post que tinha em rascunho há quase 6 meses, ou mais! Não tenho bem a certeza, só sei que tinha o desejo de escrever um blog já há bastante tempo!

 

Dado se tratar de uma ocasião especial, decidi implementar algumas mudanças no blog, alterei o menu e optei por um layout mais moderno (a imagem de hoje é especial para o aniversário)! Espero que gostem! Ainda não está 100% terminado, pois, estas mudanças implicam muitas configurações, mas, como se diz que "quem corre por gosto não cansa", logo, não me posso queixar! 

 

Tem sido uma experiência muito positiva, adoro partilhar as minhas histórias, peripécias e pensamentos com todos aqueles que por aqui passam!  Deixo-vos um agradecimento especial vindo do fundo do coração! 

 

Neste percurso tenho entrado em contacto com muitos blogs e bloggers fantásticos(as), que me fazem rir, refletir, sonhar, ponderar e muitas vezes comentar!  Posso não ler-vos todos os dias, mas quando passo por aí coloco a leitura em dia!

 

Encontrei também o meu equilíbrio, que passa mais ou menos por publicar duas vezes por semana! Peço desculpa a quem espera fervorosamente por um post da Mochila Vermelha! Pode tardar, mas não falha!

 

O futuro é contra nós. Temos de roubar o que pudermos, enquanto podemos. A música e a poesia são consolações da vida. Mas valem mais as poucas coisas que fizemos ou vivemos que já ninguém nos tira. Miguel Esteves Cardoso

 

#MochilaVermelhaBlog

#aniversario

#blog

 

 

Ter | 18.04.17

Taberna Almedina - Silves

A todos aqueles que passarem por Silves, não podem deixar de ir comer uns petiscos na Taberna Almedina! De comer e chorar por mais!

 

É um restaurante com uma decoração muito tradicional, excelente comida (com várias opções vegetarianas!) regional, bem confecionada e saborosa. Podem acompanhar os petiscos com uma bela cerveja artesanal (existem várias opções no menu)!

 

Para além dos petiscos (queijos, enchidos, cogumelos, polvo, saladas,...) têm também a opção de comer pratos típicos de peixe ou carne.

 

Mas, não se esqueçam de guardar um cantinho no estômago para as sobremesas! São mesmo uma tentação!

 

Na minha passagem pelo restaurante, na companhia de amigos mochileiros, optámos pelos petiscos, estavam tão deliciosos que nem me lembrei de tirar umas fotografias. Mas olhem só para as sobremesas e depois podem imaginar o resto!

 

IMG_20170225_143511152.jpg

 

P.S: Eu comi um delicioso leite creme de alfarroba, um verdadeiro manjar dos deuses! Não percam!

 

Para mais informação sobre o restaurante:

Website

Facebook

 

#MochilaVermelhaBlog

#Mochilin

#Silves

#TabernaAlmedina

Sex | 14.04.17

Curiosidades Culturais - Pomlázka

Já que estamos quase quase no dia de Páscoa, hoje a rúbrica vai ser dedicada a uma tradição desta quadra. E que curiosa que é!

 

Existe uma tradição na República Checa e Eslováquia, em que na segunda-feira de Páscoa, os homens "espancam" as mulheres com chicotes feitos à mão, a partir de ramos de salgueiro decorados com fitas (Pomlázka). Segundo a lenda, o salgueiro é a primeira árvore a florescer na primavera, por isso os ramos são supostamente usados para transferir a vitalidade e fertilidade da árvore para as mulheres. Estas chicotadas brincalhonas tratam-se apenas de um bom divertimento e não se destinam a causar dor.

 

Quem por acaso estiver a pensar viajar, ou já viajou para um destes países é melhor ter atenção à retaguarda, em especial se forem mulheres, não vão por aí levar alguma chicotada!

 

pascoa-cz.jpg

Imagem daqui.

 

A Mochileira deseja a todos(as) uma Páscoa Feliz (e sem chicotadas, ou então que sejam apenas simbólicas)!

 

#MochilaVermelhaBlog

#Cultura

#RepublicaCheca

#Eslováquia

Qua | 12.04.17

A cidade de Belfast

Quando penso em Belfast, a primeira coisa que me lembro é a pronúncia da Irlanda do Norte. Tão bonita, adoro! O segundo pensamento vai para os murais que fazem com que considere a cidade como a pioneira em street art (talvez apenas uma perceção errada da Mochileira!) e os conflitos que serenaram mas são ainda tão evidentes (entre católicos nacionalistas e protestantes que favoreciam a continuidade no Reino Unido, este conflito foi particularmente severo entre a década de 70 e 90, tendo a paz sido restabelecida através de um tratado em 1998). Por fim, no mal fadado Titanic que foi desenhado e construído nos famosos estaleiros de Belfast (os 105 anos do seu naufrágio registam-se precisamente daqui a 3 dias, mais precisamente no dia 15 de abril). 

 

De seguida deixo-vos alguns dos locais pelos quais a Mochileira passou: 

 

 1. City Hall (edifício da Câmara Municipal de Belfast)

100_1538.JPG

 

2. Edifício Robinson & Cleaver's - era originalmente um armazém de linho

100_1540.JPG

 

3. Vista aérea a partir da roda gigante. Podem ver um edifício chamado Ulster Bank. Ulster era o nome da província que passou a chamar-se Irlanda do Norte, no tempo em que as duas Irlandas estavam unidas.

100_1549.JPG

 

100_1551.JPG

 

4. Estaleiros navais Harland & Wolff (onde o Titanic foi construído)

100_1564.JPG

 

5. Na altura em que visitei a cidade, o museu do Titanic ainda estava em construção. Este abriu em 2012 e deverá ser com certeza uma excelente experiência. Mais informações aqui

100_1651.JPG

 

 6. Parliament Buildings em Stormont (região este da cidade), originalmente castelo de Stormont que se tornou no Edifício do Parlamento em 1932. Segundo contam, para camuflar o edifício durante a II Guerra Mundial, tornando-o invisível aos alemães, foi pintado com um preparado que continha esterco de vaca. Esta manobra costou cara, pois foram precisos 7 anos para remover essa "tinta" e a pedra nunca voltou à sua cor branca original!

100_1565.JPG

 

7. Monumento Harmony of Belfast da autoria de Andy Scott (19,5 metros)

100_1570.JPG

 

8. Queen's University - a sua construção começou em 1845

100_1577.JPG

 

 9. Elmwood Hall - é a sede da Orquestra de Ulster

100_1578.JPG

 

 10. All Souls Church (igreja) - construída em 1895-6, localizada em Elmwood Avenue

100_1580.JPG

 

11. Palm House nos Jardins Botânicos

100_1582.JPG

 

12. O pub mais famoso - Crown Liquor Saloon. Este pub foi retratado no filme de 1947 "Odd Man Out" de Carol Reed

100_1605.JPG

 

13. Grand Opera House

100_1606.JPG

 

14. Vista do Castelo de Belfast

100_1616.JPG

 

15. Castelo de Belfast

100_1617.JPG

 

16. Jardim do castelo. Reza a lenda que sempre habitou um gato branco no castelo e que este trazia boa sorte. Por isso nos jardins existem 9 referências ao gato, através de esculturas, sebes e no pavimento.

100_1630.JPG

 

100_1632.JPG

 

17. Big Fish - esta escultura celebra o regresso do salmão às águas do Rio Lagan, que anteriormente estava tão poluído que os salmões deixaram de aparecer.

100_1647.JPG

 

 18. Albert Memorial Clock - apelidado como a Torre de Pisa da Irlanda do Norte, por estar também inclinado.

100_1655.JPG

 

19. Os famosos murais que podem ser apreciados em Falls Road. Algo que para mim é obrigatório visitar.

100_1671.JPG

 

100_1672.JPG

 

100_1674.JPG

 

 

100_1675.JPG

 

100_1677.JPG

 

100_1678.JPG

 

100_1680.JPG

 

100_1681.JPG

 

 Aqui fica mais uma sugestão para levar na mochila.

 

#MochilaVermelhaBlog

#Belfast

#NorthernIreland

 

Sex | 07.04.17

Curiosidades Culturais - Boot Tossing na Finlândia

Hoje vamos explorar o mundo do desporto. Há por aí muitos desportos no mínimo estranhos.

 

Desenganem-se se pensam que as galochas só servem para usar nos pés em dias de chuva. Os finlandeses (não consigo averiguar se foram os finlandeses ou os ingleses a criar o desporto) encontraram uma finalidade muito melhor para as galochas: atirá-las e fazer disso um desporto.

 

O mais curioso é que o desporto já se tornou popular tendo passado para além das fronteiras da Finlândia, sendo que o Campeonato Mundial de Boot Tossing de 2017 se vai realizar na Estónia, em julho. Quem estiver interessado pode-se registar aqui (acho eu, pois está em finlandês aparentemente....).

 

Este é um desporto popular na Finlândia, Inglaterra, Polónia, Alemanha e na Nova Zelândia.

 

O desporto está aberto a todas as idades, podendo-se concorrer em quatro categorias, homens, mulheres, raparigas e rapazes.

 

Existem também várias técnicas para lançar as galochas: só com uma mão, com duas mãos, lançar de entre as pernas e de costas. No final mede-se a que distância aterrou a galocha, respeitando todas as regras do desporto, claro está.

 

Boot-Tossing.jpg

Imagem daqui.

 

#MochilaVermelhaBlog

#Cultura

#BootTossing 

Ter | 04.04.17

Como ir de férias sem ficar depenado?

Já estamos em abril, os dias estão maiores, começa a estar uma temperatura mais agradável que convida a passeios e esplanadas. É também altura de pensar as férias, ou melhor, em abril já devias ter concretizado algumas ações de modo a poderes ir de férias sem preocupações e com a garantia que tens dinheiro no bolso.

 

Sempre que falo das minhas viagens (que na minha opinião nem são muitas, pelo menos não tantas como o que gostaria), algumas pessoas assumem que tenho muito dinheiro! Nada poderia ser mais falso que isso. Aliás sempre fui uma pessoa muito remediada, só comecei a viajar assim que me tornei financeiramente independente, pois, até lá as viagens eram muito esporádicas e só em Portugal, praticamente.

 

Adoro viajar. Se por algum motivo fico muito tempo sem o fazer, começo a sofrer de ressaca e fico impertinente. Então, ao longo dos anos fui desenvolvendo estratégias que me permitam viajar, mas de uma forma que ainda sobre dinheiro para outras coisas.

 

As minhas dicas são:

1. Pagamento faseado das férias. Quando planeio uma viagem, normalmente começo pela viagem de avião. Seleciona-se um destino e compra-se a viagem de avião. Assunto arrumado (esta normalmente é a parte mais cara, dependendo para onde se vai, claro). Numa segunda fase, pode-se reservar a acomodação. Existem várias plataformas e várias modalidades de pagamento. Algumas exigem logo o pagamento, outras permitem pagar apenas no check-in. Se for pré-pago, é outra parte que já não terás que te preocupar. No entanto, às vezes é bom reservar com a possibilidade de cancelamento, pois, se entretanto surgirem outras opções a melhor custo, podes sempre cancelar um e reservar o outro. O ideal é ter um mix.

 

2. Aproveitar as promoções das companhias aéreas. A grande maioria das companhias aéreas faz tarifas promocionais. Por exemplo, a Emirates (uma companhia que eu adoro) costuma fazer estas promoções duas vezes por ano. É uma questão de estar atento, pois, pode-se poupar bastante. A má notícia é que as viagens em julho/agosto não estão contempladas nas promoções.

 

3. Custos com alimentação. Se há países em que a alimentação é muito barata, em outros nem por isso. Por isso, é necessário adotar estratégias para poupar um pouco. Por exemplo, no Japão, nas refeições sempre dão chá, logo, já não precisas de pedir bebida. Também podes optar por ir aos supermercados e comprar refeições já confecionadas (no Japão até te aquecem a comida no supermercado).

 

4. Ir colocando algum dinheiro de lado durante o ano. É uma excelente estratégia, nem precisa de ser um valor muito elevado, algo como 5 ou 10 € por semana dará um excelente fundo para as férias.

 

5. Deslocações dentro do país para o qual se viaja. Em muitos países tens a possibilidade de adquirir passes que te permitem andar de comboio praticamente sem pagar mais nada. Nos países da Europa, podes adquirir o passe Interrail que permite viajar por quase todos os países, mas também tens a opção de comprar o passe de comboio para um país e assim poupar muito dinheiro em deslocações. Também existem passes para outros países, como por exemplo para o Japão. Dá uma olhada no ACPRail. Também é útil pesquisar e reservar se for necessário voos internos, ou ligações de autocarro e qual o preço, para ficares a saber com o que podes contar em termos de custos.

 

São apenas algumas dicas, claro que existem mais como couchsurfing e outras plataformas para troca de casas. Eu prefiro ter um quarto com wc privado, apesar de existirem opções mais baratas.

 

Como podem reparar, eu não compro pacotes de viagens. Aliás, tenho horror a tudo o que seja "empacotado". Dá muito mais trabalho, mas prefiro desenhar as férias à minha medida e acabo por visitar muito mais coisas desta forma. Gostos não se discutem!

 

Boas poupanças e boas férias!

 

walking-man.jpg

 

#MochilaVermelhaBlog

#ferias

#poupar