Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mochila Vermelha

Ter | 28.11.17

A paisagem de 2017

Olá Mochileiros e Mochileiras!

 

Decidi aceitar o desafio do SAPO e escolher uma paisagem captada por mim no ano de 2017. Uma tarefa muito, muito, muito difícil mesmo. Como sou uma apaixonada por fotografia, decidi consultar o vasto reportório das fotografias de 2017. Já tinha quase a certeza qual seria o local que iria escolher! E ao consultar todas as fotografias, não mudei de ideias.

 

Fjords-noruega.JPG

 

Esta fotografia foi tirada num passeio pelos fiordes da Noruega, que partiu do porto de Bergen, percorrendo belas paisagens até Mostraumen. Foi um sonho tornado realidade!

 

Espero ainda estar a tempo de participar no desafio!

 

#MochilaVermelhaBlog

#fjords

#Norway

#paisagensde2017

#DesafiodoSapoBlogs

 

 

Dom | 19.11.17

O Wasabi

Olá Mochileiros e Mochileiras!

 

Tenho a certeza que quase todos já conhecem e já provaram o Wasabi, companheiro inseparável dos pratos de Sushi. Certo?

 

O meu primeiro contacto com esta pasta verde de aspeto duvidoso foi algo estranho e desconcertante. Assim que provei, senti como que as minhas narinas estivessem a ser invadidas por uma rajada de vento de cerca de 100 km/hora, estranhamente fresca e ao mesmo tempo cáustica. 

 

No entanto, hoje posso afirmar que gosto bastante, e já não consigo passar sem barrar as peças de sushi com o wasabi!

 

No entanto, apesar de gostar nunca me ocorreu pensar o que é que contém aquela pasta, de onde vem ou qual a sua origem!

 

Até que fui ao Japão! E ao passar por um famoso mercado em Quioto, lá estava ela. Ela sim. A planta que dá origem ao wasabi.

IMG_1747.JPG

 

IMG_1748.JPG

 

Esta planta chama-se Wasabia japónica sendo também conhecida como raiz-forte japonesa ou Wasábia. Esta planta desenvolve-se em águas frias de zonas montanhosas, o que torna difícil o seu cultivo em escala comercial. Esta característica faz com que seja um produto bastante caro (muito mais que outras raízes fortes da sua família - Brassicaceae, que agrega também as hortaliças, entre muitas outras).

 

Ao que tudo indica, esta raiz foi usada como antídoto para envenenamento por alimentos, começando a ser servida com peixe crú desde a era Nara (710-793). É também indicada para quem sofre de alergia respiratória ou rinite alérgica, pois, possui propriedades descongestionantes e expectorantes.

 

O modo de consumo implica ralar o tubérculo, no entanto, este deve ser consumido imediatamente ou no máximo de dois dias (esta pasta chama-se hon-wasabi). 

 

Devido ao seu preço e às dificuldades de preservação, faz-se pasta de wasabi ou wasabi em pó a partir da raiz-forte europeia (Armoracia rusticana G. M. Sch. - raiz de rábano branco). Esta pasta chama-se de seyo'o-wasabi e é diferente do wasabi genuíno japonês (outros ingredientes são adicionantes como mostarda, corantes e aditivos). Lamento informar-vos!

 

#MochilaVermelhaBlog

#Wasabi

#pastaverde

#sushi #quioto #Japao

 

 

 

Sex | 10.11.17

Converti-me às papas de aveia!

Não é surpresa que as papas de aveia estão na moda. Também já escrevi aqui no blog sobre os benefícios da aveia, até partilhei uma deliciosa receita de panquecas de aveia, algo que gosto muito de confecionar para o pequeno-almoço!

 

Gosto muito de aveia e costumo juntá-la ao iogurte, com umas pepitas de cacau cru e fruta, por exemplo!

 

Com toda esta conversa de papas de aveia, decidi pesquisar receitas e acabei por adaptar ao meu gosto, claro está! Optei por usar apenas água, pois não consumo nem leite nem bebidas vegetais, logo, para mim não fazia sentido incorporar esse ingrediente.

 

A minha lista de ingredientes:

3 chávenas de água

1 chávena de flocos de aveia biológica

Casca de limão

1 pau de canela

2 colheres de sopa de óleo de côco biológico

1 colher se sopa de manteiga de amendoim biológica 

Cardamomo, pepitas de cacau cru, açúcar integral (ou stevia) a gosto

 

Colocar tudo num tacho e deixar cozer, convém ir mexendo para não deixar queimar. O tempo de cozedura é bastante rápido, logo, não convém deixar a panela sozinha, sem vigilância!

 

Depois na hora de servir e comer é só usar a imaginação! Eu acabei por usar o mais básico, banana, cacau cru, mel e sementes de sésamo branco e preto. E a cereja no topo do bolo, um chip de pasta de cacau, que se derreteu nas papas de aveia ainda quentinhas! Divinal! Adicionar frutos secos, mirtilos, morangos, doce de maçã, enfim... "the sky is the limit!"!

 

papas-aveia.jpg

  

Acabei de me lembrar que tenho em casa manteiga de cacau biológica. As próximas papas que fizer vão levar este ingrediente em substituição da manteiga de amendoim! E que deliciosas que vão ficar!

 

#MochilaVermelhaBlog

#PapasAveia

#Aveia #Mel #Cacau #Manjardosdeuses